Uma visita na casa da Tia Lena e tio Desidério é sempre cheia de aprendizados e descobertas. E a gente sempre volta (além da pança cheia) com tradicional sacolinha dos “matos”, uma muda catada daqui e outra dali a gente vai aumentando a coleção de temperos, medicinais, aromáticas, ornamentais. E hoje com sorte e tempo, o tio desvenda uma colmeia de Manda saia pra gente conhecer a casinha delas e experimentar o mel. Ficamos de cara com a salinha de ferramentas, tudo organizado, com nome e número, os serrotes do tio de todos tipos, da ferramenta pra fazer o serrote, até o serrote completo, serrote de todas as medidas e tamanhos, cabos de madeira, de bambuzinho, impressionante. Acho que ele só não faz o parafuso do serrote, que de resto… Na outra visita, em 2018, o saber foi da tia, tantos segredos das plantas e das galinhas, dos catioro e dos gatinhos. Quantos saberes e sabores!

Uma visita na casa da Tia Lena e tio Desidério  é sempre cheia de aprendizados e descobertas. E a gente sempre volta (além da pança cheia) com tradicional sacolinha dos “matos”, uma muda catada daqui e outra dali a gente vai aumentando a coleção de temperos, medicinais, aromáticas, ornamentais. E hoje com sorte e tempo, o tio desvenda uma colmeia de Manda saia pra gente conhecer a casinha delas e experimentar o mel. Ficamos de cara com a salinha de ferramentas, tudo organizado, com nome e número, os serrotes do tio de todos tipos, da ferramenta pra fazer o serrote, até o serrote completo, serrote de todas as medidas e tamanhos, cabos de madeira, de bambuzinho, impressionante. Acho que ele só não faz o parafuso do serrote, que de resto... Na outra visita, em 2018, o saber foi da tia, tantos segredos das plantas e das galinhas, dos catioro e dos gatinhos. Quantos saberes e sabores!

Deixe uma resposta